Facebook YouTube Linkedin
Publicado em 13 de maio de 2019 às 17:45

YouTubers viram alvo de hackers

Cibercriminosos estão repassando uma campanha de phishing para infectar donos de canais no YouTube, roubando dados e o controle da conta. Os alvos são YouTubers que contam com mais de 1 mil inscritos.

De acordo com os YouTubers afetados, as notificações falsas chegaram aos seus e-mails públicos, e não aos endereços vinculados ao YouTube

Phishing é um dos métodos de ataque mais antigos, já que metade do trabalho é enganar o usuário. Como uma “pescaria”, o cibercriminoso envia um texto indicando que você ganhou algum prêmio ou dinheiro (ou está devendo algum valor) junto com um link, para você resolver a situação. O phishing também pode ser caracterizado como sites falsos que pedem dados de visitantes. A armadilha acontece quando você entra nesse link e insere os seus dados sensíveis — normalmente, há um site falso do banco/ecommerce para enganar a vítima —, como nome completo, telefone, CPF e números de contas bancárias.

A mensagem falsa que chega aos youtubers diz o seguinte: “Avaliamos sua solicitação para ativar os recursos de geração de receita em seu canal do YouTube. Nossa equipe analisou seu canal e identificamos mais de uma violação durante o processo de revisão da sua conta”.

A partir deste ponto, a mensagem pede dados para acesso ao canal para gerenciamento remoto da conta. “De acordo com os YouTubers afetados, as notificações falsas chegaram aos seus e-mails públicos e não aos endereços vinculados ao YouTube (no caso de e-mails diferentes). Com os dados em mãos, os cibercriminosos assumiam o controle das contas. Mas qual é o objetivo desse ataque no YouTube? Com o acesso a essas contas, podem enganar seguidores. enviando uma campanha de phishing em seu nome, por exemplo, oferecendo produtos gratuitos ou até mesmo anunciando uma promoção com prêmios imperdíveis. Existem infinitas possibilidades”, explica a empresa de segurança Kaspersky.

Para “blindar” o seu canal no Youtube, acompanhe as dicas abaixo:

  • Lembre-se que o YouTube nunca solicitará sua senha por e-mail;
  • Verifique tudo com cuidado antes de responder a um e-mail, especialmente se você não tiver certeza da autenticidade do remetente;
  • Habilite a autenticação de dois fatores em sua conta. O Google oferece essa opção em todos os aplicativos e serviços, incluindo o YouTube.

https://www.tecmundo.com.br/seguranca/141168-youtubers-viram-alvo-cibercriminosos.htm


Publicado em 21 de maio de 2019 às 13:33

Dinheiro virtual, burocracia e autorregulação no Brasil

Culturalmente, no Brasil, buscamos regular o máximo que podemos, sendo um dos países mais ativos na edição de novas leis taxativas, ao regular todas as variáveis conhecidas. Contudo, essa cultura tem se mostrado burocrática, em vista da constante evolução, e ganha contornos ainda mais fortes quando envolve aspectos tecnológicos. Para ilustrar os desafios, destacamos a […]

Publicado em 20 de maio de 2019 às 16:10

Brasileiros na mira de ataques bancários

O Brasil é o país mais atacado pelo trojan bancário Banload, que infecta o computador ou smartphone por meio de uma campanha de phishing disfarçada em downloads de episódios de seriados ou softwares. Segundo a ESET, 82,9% das infecções do Banload acontecem no Brasil. Quando o acesso legítimo é feito ao banco, o criminoso passa a ter […]

Publicado em 23 de abril de 2019 às 17:57

Práticas de segurança online que todo mundo precisa saber

A troca excessiva de informações digitais pode ter consequências, principalmente nas redes sociais. De 2015 até 2021, o cibercrime custará para o mundo US$ 6 trilhões por ano. Os dados foram divulgados pela Cybersecurity Ventures, umas das principais pesquisadoras sobre economia global cibernética, que reúne fatos, números e estatísticas sobre o tema. Este valor representa […]

ESTÁ INTERESSADO
EM NOSSOS SERVIÇOS?

Preencha o formulário para ser contactado por um de nossos profissionais