Publicado em 23 de outubro de 2018 às 18:30

Você sabe a diferença entre IP dedicado e IP compartilhado?

IP Dedicado x IP Compartilhado

Os termos podem estar ligados a servidores ou ao usuário final, podendo este ser uma empresa ou residência. Esta aplicação pode ter diferentes interpretações.

Na utilização em servidores ou serviços

Uma aplicação na internet consome alguns recursos, entre eles CPU, Memória, banda e o próprio endereço IP. Se a aplicação possui muitos acessos irá, obviamente, utilizar mais recursos, em alguns casos devido ao alto consumo é necessário colocá-la em um ambiente separado apenas para ela, se ela estiver em um ambiente com outras aplicações dizemos que ela está em um ambiente compartilhado ou servidor compartilhado, mas se estiver em um servidor exclusivo para sua execução diremos que ela está em um servidor dedicado; Quando em um ambiente dedicado a aplicação precisa de um IP exclusivo para que os usuários possam acessá-la, quando em um ambiente compartilhado o IP é dividido pelas aplicações, mas nem sempre uma aplicação estará em um servidor dedicado para operar com um IP dedicado, há casos onde desejamos que um serviço opere em um mesmo servidor onde um recurso já esteja ocupando o IP, então podemos adicionar mais um IP a este servidor para que essa aplicação possa ter sua comunicação.

Para o usuário que irá acessar esse serviço, a aplicação estar em um servidor dedicado ou utilizando um IP dedicado pode significar uma melhor experiência de uso ou até mesmo acessar ou não o serviço.

Na utilização em empresas e residências (usuário final)

Quando falamos do link entregue ao cliente, possuir um IP dedicado fixo ou dinâmico pode significar não compartilhar recursos com outros clientes, ter acesso a portas para configuração de acessos remotos como DVRs, TS, Banco de Dados, aplicações WEB do cliente entre outros.

Já quando o cliente está em regime de uso de IP compartilhado ou CGNAT ele divide esse recurso de IP com outros clientes, cada provedor implementa seus próprios limite, podemos haver um alto ou baixo compartilhamento, quanto menor a quantidade de clientes utilizando um mesmo IP menores são os riscos de problemas, mas uma característica será marcante, o cliente não poderá acessar um DVR ou outro serviço que esteja no local onde há essa modalidade de entrega, pois o IP de acesso à rede mundial não está em seu equipamento, mas em um equipamento dentro da operadora, aqui entra outra diferença, IPs compartilhados costumam ter um caminho a mais do que os IPs dedicados, exatamente pela necessidade de passar por esse equipamento da operadora, que assim com um servidor, pode congestionar.

Precisamos entender que há outras diferenças entre links Dedicados e compartilhados que muitas vezes são confundidos com a terminologia de IP, até por estarem diretamente ligados. Num link dedicado o caminho entre o cliente e o provedor será direto ou haverá mecanismos que garantam que esse tráfego seja entregue, neste caso há uma separação na capacidade do equipamento de atendimento dedicada a este cliente; Outro fator de diferenciação é o tempo médio de atendimento e resolução, que no caso de links dedicados são priorizados e podem ter resolução indiferente da hora em que ocorreu o evento.

Para os casos de links compartilhados, será garantido que 80% (Resolução 574/2011 – Anatel) da banda contratada esteja disponível; além do tempo de resolução ser maior, por estar acordado em contrato que esse tempo de parada pode ser maior.

Vale salientar que em um link dedicado sempre haverá um IP dedicado ao cliente. Se analisados as características deste tipo de link se verá que é um conjunto que garante que o cliente terá o acesso mais direto e sem interferências possível, havendo menos problemas e uma melhor experiência.

Essas diferenças fazem com que um link compartilhado seja mais barato que um dedicado, exatamente por ter menos garantias e recursos dedicados.

Conte com a gente, entre em contato que veremos como podemos ajudar, temos certeza que a sua empresa merece uma operadora dedicada em buscar soluções inovadoras para o seu negócio.

Faça seu cadastro sem compromisso: http://cadastro.ensite.com.br/


Publicado em 20 de fevereiro de 2019 às 11:26

Combate ao Cibercrime com tecnologias cognitivas de proteção

O Relatório de Ameaças à Segurança na Internet (ITSR), divulgado em 2018, traz dados e uma análise sobre a segurança online, juntamente com as principais tendências para que os profissionais da área possam acompanhar a evolução dos cibercrimes e desenvolver planos de prevenção. De acordo com o estudo, o Brasil ocupa posição de destaque global […]

Publicado em 14 de fevereiro de 2019 às 17:12

A conexão que sua empresa precisa!

A internet é importante para todos os segmentos, porém, no caso de empresas, ela tem um papel extremamente estratégico atualmente, pois elas dependem de posicionamento, marketing, canais de comunicação, entre outros, e a internet parece representar muito bem tudo isso. Mas será que as empresas estão usando corretamente todo esse potencial que a grande rede […]

Publicado em 11 de fevereiro de 2019 às 17:27

Qual a diferença entre AR e VR?

Realidade virtual (VR) x Realidade aumentada (AR): quais são as diferenças? As novas tecnologias estão transformando o cotidiano das pessoas. As mudanças acontecem de forma cada vez mais rápida e produtos que pareciam impossíveis de existir já podem ser encontrados em qualquer prateleira. A realidade virtual e realidade aumentada, por exemplo, são as tendências do […]

ESTÁ INTERESSADO EM NOSSOS SERVIÇOS?

Preencha o formulário para ser contactado por um de nossos profissionais
Técnico de T.I.Consumidor

CONTRATOS

Araçatuba: (18) 3637-0502
Birigui: (18) 3638-1000
Lins: (14) 3525-0100
Penápolis: (18) 3650-0100
S. J. do Rio Preto: (17) 3520-0100
São Paulo: (11) 3181-6060