Facebook YouTube Linkedin
Publicado em 11 de fevereiro de 2019 às 17:27

Qual a diferença entre AR e VR?

Realidade virtual (VR) x Realidade aumentada (AR): quais são as diferenças?

As novas tecnologias estão transformando o cotidiano das pessoas. As mudanças acontecem de forma cada vez mais rápida e produtos que pareciam impossíveis de existir já podem ser encontrados em qualquer prateleira. A realidade virtual e realidade aumentada, por exemplo, são as tendências do momento no mercado corporativo.

Descubra, agora, quais são as principais características e diferenças entre essas duas tecnologias e como elas podem impactar o seu negócio. Confira.

O que é realidade virtual?
A realidade virtual é uma tecnologia com potencial para levar os seus usuários para lugares diferentes por meio de infinitas possibilidades. A vida real é substituída por um conteúdo 100% virtual, criado em um software. Por meio de alguns movimentos simples, é possível entrar em jogos, cenários e até mesmo em pontos turísticos do mundo inteiro.

Todo o processo de imersão ocorre por meio de óculos ou capacetes que cobrem completamente a visão, impedem que se enxergue o mundo externo e criam uma nova realidade. Os acessórios conseguem captar os movimentos do usuário e, com isso, garantem uma experiência ainda mais completa e interativa. É possível, por exemplo, andar pelo ambiente virtual e até mesmo executar algumas ações programadas nele.

Os modelos Gear VR, que são acoplados aos smartphones, são os mais populares do mercado. Mas os consumidores ainda podem optar pelas versões do PlayStation VR, HTC Vive e Oculus Rift. Embora estejam cada vez mais acessíveis ao público em geral, os aparelhos contam com algumas funcionalidades que encarecem o investimento.

A tecnologia da realidade virtual já é muito usada em games variados, como pista de corrida, passeios de montanha russa e casas de terror. Além disso, ela está cada vez mais presente no ambiente corporativo, por meio de simulações ou treinamentos específicos.

O que é realidade aumentada?
Diferentemente do modelo anterior, a realidade aumentada é uma tecnologia que adiciona conteúdos ao mundo real por meio da projeção de informações como imagens, gráficos, textos etc. O jogo Pokémon Go é um dos casos mais recentes de sucesso que viralizou no mundo todo com o uso dessa prática.

O game é um exemplo clássico do que a realidade aumentada pode fazer. Personagens digitais são inseridos no mundo real por meio da tela dos celulares e os jogares precisam capturá-los enquanto andam pelas ruas e fazem suas atividades cotidianas.

 

Para testar a realidade aumentada, basta se conectar a dispositivos que sejam compatíveis com os aplicativos e demais softwares. Ou seja, aparelhos que permitam a simulação e aplicação de objetos e figuras virtuais em um determinado cenário. Dependendo da complexidade do programa, é possível acrescentar a visualização de mapas, agenda pessoal e até mesmo previsão do tempo no seu campo de visão.

Enquanto a realidade virtual demanda ambientes preparados e equipamentos caros, a realidade aumentada não exige muita coisa. Embora já existam no mercado produtos específicos de imersão, como o Google Glass ou o HoloLens, a tendência é que os smartphones estejam cada vez mais adaptados para essa nova tecnologia.

Qual é a melhor opção?
Embora essas duas tecnologias tenham objetivos e características diferentes, ainda existem muitas dúvidas sobre o seu funcionamento na prática. Na hora de investir, o principal questionamento dos gestores é sobre as melhores opções para a sua empresa.

Antes de tudo, é preciso ter em mente quais são os objetivos a serem atingidos com as suas ações. A partir disso, será mais fácil identificar qual tecnologia oferece as melhores possibilidades de acordo com as necessidades específicas do seu negócio. Para essa etapa, é fundamental contar com a orientação de um profissional que entenda e tenha experiência no assunto.

Além das diferenças de propósito, a realidade virtual e a realidade aumentada podem ser distintas pelo investimento e complexidade do uso. Os equipamentos usados podem ser bem específicos e, com isso, os valores podem variar bastante. Por isso, o orçamento da sua empresa deve ser sempre considerado.

Como aplicar essas tecnologias?
Apesar das diferenças apontadas aqui, as tecnologias podem ser usadas de formas complementares e são cada vez mais comuns em atividades do cotidiano. A realidade virtual, por exemplo, vem sendo incorporada ao jornalismo, à fotografia e à produção audiovisual por meio de ferramentas 360º, além de outras aplicações no turismo, com simulações de viagens; e entretenimento, com jogos variados.

Com o sucesso crescente dos smartphones e das redes sociais, a realidade aumentada pode ser encontrada em aplicativos como Instagram e Snapchat, por meio dos filtros e animações sobrepostos nas fotografias. A tecnologia também vem sendo inserida com fins informativos em locais turísticos, salas de aula e até mesmo na indústria imobiliária, ao utilizar aplicações de objetos estruturais e simulações de arquiteturas prediais.

No segmento do marketing, as empresas estão investindo em experiências e conteúdos diferenciados para o seu público-alvo. Essas tecnologias ainda podem ser inseridas na rotina corporativa e capacitação dos vendedores no ponto de venda.

O que esperar do futuro?
Apesar dos crescentes avanços do mercado da tecnologia e da inovação, o momento ainda é de adaptação e descobertas dessa nova experiência. A realidade virtual e a realidade aumentada ainda têm muitas opções de desenvolvimento e formas de serem exploradas, em um cenário realmente promissor.

Especialistas acreditam que, mesmo que não se tornem ainda mais populares entre o grande público, essas tecnologias serão muito úteis entre diversos grupos de profissionais dos mais variados segmentos, como medicina, design, psicologia,turismo e educação e principalmente marketing.

A expectativa é de que os óculos de realidade virtual superem a marca de 100 milhões de unidades até 2021, um crescimento exponencial, diante dos aproximadamente 10 milhões que já foram comercializados. Entretanto, ainda espera-se que os dispositivos sejam barateados no mercado e as possibilidades de aplicação, expandidas.

Identificação da marca
Por ora, o público está começando a se familiarizar com essa nova realidade e a inserindo aos poucos em sua rotina, o que pode gerar oportunidades realmente lucrativas para os mais variados segmentos corporativos. Afinal, a tecnologia permite que as marcas entrem na casa dos consumidores e façam parte de suas vidas.

Mas  embora existam infinitas maneiras de utilização dessas tecnologias, é preciso ter sempre em mente que nem todas são adequadas para as estratégias da sua empresa. Por isso, antes de investir, identifique quais são as melhores opções e canais de distribuição para alcançar o seu público.

 

Fonte: https://markupbrainstorm.com/realidade-virtual-vr-x-realidade-aumentada-ar-quais-sao-as-diferencas/

 


Publicado em 22 de agosto de 2019 às 11:47

Seis dicas para evitar ataques ao roteador da sua casa

De acordo com relatório da Avast, mais de 180 mil roteadores foram infectados com códigos maliciosos no Brasil, no primeiro semestre de 2019. Mais de 180 mil roteadores foram infectados com códigos maliciosos por conta de brechas de segurança apenas no primeiro semestre de 2019, no Brasil. De acordo com um levantamento da Avast, foram […]

Publicado em 12 de agosto de 2019 às 15:48

Como agem os hackers?

O ataque DDoS é um dos tipos de ameaça que se tornou famoso nos últimos meses justamente por ter sido o tipo de ataque mais executado pelo Anonymous para derrubar diversos sites pelo mundo. Mas, além dele, existem outros tipos que você vai conhecer abaixo: DDoS ATTACK Um Distributed Denial-of-Service ATTACK é uma maneira relativamente […]

Publicado em 02 de agosto de 2019 às 15:42

Deep web: existe uma internet “secreta”?

Passamos várias horas do dia conectados à internet, e achamos que, se não está no Google, não existe, certo? Errado. A internet é muito mais do que os buscadores, como o Google, o Bing e o Yahoo! conseguem mostrar. Na verdade, os resultados que são indexados por esses sites de pesquisa compreendem uma parte muito […]

ESTÁ INTERESSADO
EM NOSSOS SERVIÇOS?

Preencha o formulário para ser contactado por um de nossos profissionais