Facebook YouTube Linkedin
Publicado em 02 de agosto de 2019 às 15:42

Deep web: existe uma internet “secreta”?

Passamos várias horas do dia conectados à internet, e achamos que, se não está no Google, não existe, certo? Errado. A internet é muito mais do que os buscadores, como o Google, o Bing e o Yahoo! conseguem mostrar. Na verdade, os resultados que são indexados por esses sites de pesquisa compreendem uma parte muito pequena de toda a rede.

A internet como a conhecemos, também chamada de Surface Web, representa apenas a ponta do iceberg. A parte submersa e pouco conhecida corresponde à Deep Web, área da internet que exige métodos específicos para ser acessada (que não é o foco do texto ensinar), e que é capaz de proporcionar certo grau de anonimato para os usuários.

Quanto ao seu tamanho, estudos estimam que a Deep Web seja 500 vezes maior que a Surface Web. Especula-se também que a parte da internet que exploramos todos os dias compreende apenas 4% do todo – o restante pertence à porção submersa do iceberg.

Uso e finalidades

O uso da Deep Web é bastante variado, e é aqui que reside a polêmica. Por causa da privacidade, muitas pessoas e instituições usam essa rede para compartilhar e hospedar arquivos sigilosos e que não podem estar disponíveis na “internet convencional”. O exército, as forças policiais, jornalistas e até mesmo cidadãos comuns com algum conhecimento de internet são exemplo de pessoas que recorrem à Deep Web para fins específicos.

No entanto, o anonimato também permite a proliferação de uma série de atrocidades e coisas bizarras. O comércio de drogas ilegais, órgãos, armas e até mesmo pessoas, além da pornografia infantil e a encomenda de assassinos de aluguel, são apenas alguns dos exemplos.

Relação com o Bitcoin

A Deep Web tem uma estreita relação com o Bitcoin. A moeda virtual que permite aos usuários conduzir transações no anonimato é extensamente utilizada na “internet invisível”, para o comércio de produtos e serviços dos mais variados tipos.

Porém, infelizmente, o seu uso está constantemente relacionado ao comércio de drogas ilegais na Deep Web, além de uma série de outras atividades nem um pouco bacanas.

Divisões

Como se trata de um lugar gigantesco, a Deep Web geralmente é imaginada como um local com divisões imaginárias. Quanto mais fundo um usuários estiver, mais difícil é para chegar até ali, e mais extremo é o conteúdo encontrado.

“Mariana’s Web” é o título dado para o lugar mais profundo da Deep Web. Essa região provavelmente reúne os maiores segredos da internet, mas é impossível dizer exatamente o que encontraríamos por ali. Por causa da dificuldade em acessá-la e do perigo de se deparar com algo desagradável, muitos preferem nem se arriscar.

Legal ou ilegal?

Ao contrário do que muitos podem imaginar, acessar a Deep Web não é ilegal. Motivados pela privacidade que o local pode proporcionar, várias pessoas recorrem à “internet invisível” para tratar de assuntos sigilosos.

No entanto, a condição de anonimato dessa gigantesca parte da internet também acaba levando ao surgimento de uma série de atividades ilegais com as quais a maioria não ficaria contente de se deparar..

Agora que você aprendeu um pouco mais sobre a Deep Web, compartilhe seus conhecimentos com a gente. Você já conhecia essa gigantesca e invisível parte da internet? Já a acessou alguma vez? Se sim, que tipo de conteúdo encontrou?

Obs.: este artigo não tem como objetivo ensinar os leitores os passos para acessar a Deep Web. Compreendemos os perigos e as polêmicas envolvendo esse tema, motivo pelo qual evitamos tocar nessa parte do assunto.

Fontes: WhoIsHostingThis /
https://www.tecmundo.com.br/tecmundo-explica/74998-tecmundo-explica-tal-deep-web.htm


Publicado em 22 de agosto de 2019 às 11:47

Seis dicas para evitar ataques ao roteador da sua casa

De acordo com relatório da Avast, mais de 180 mil roteadores foram infectados com códigos maliciosos no Brasil, no primeiro semestre de 2019. Mais de 180 mil roteadores foram infectados com códigos maliciosos por conta de brechas de segurança apenas no primeiro semestre de 2019, no Brasil. De acordo com um levantamento da Avast, foram […]

Publicado em 12 de agosto de 2019 às 15:48

Como agem os hackers?

O ataque DDoS é um dos tipos de ameaça que se tornou famoso nos últimos meses justamente por ter sido o tipo de ataque mais executado pelo Anonymous para derrubar diversos sites pelo mundo. Mas, além dele, existem outros tipos que você vai conhecer abaixo: DDoS ATTACK Um Distributed Denial-of-Service ATTACK é uma maneira relativamente […]

Publicado em 24 de julho de 2019 às 16:24

Evite que apps tenham acesso aos seus dados

Analisar permissões concedidas aos aplicativos pode aumentar a privacidade do usuário Casos recentes de aplicativos que acessam indevidamente a privacidade de seus usuários trouxeram à tona discussões sobre os melhores métodos de proteção de dados em dispositivos Android e iPhone (iOS). No mês passado, o FaceApp, aplicativo que se tornou viral por dar uma aparência […]

ESTÁ INTERESSADO
EM NOSSOS SERVIÇOS?

Preencha o formulário para ser contactado por um de nossos profissionais