Publicado em 24 de julho de 2019 às 12:24

Conheça o panorama geral do mercado de TI

Atualmente, a demanda por profissionais na área vem crescendo bastante. Afinal, podemos perceber ativos de TI em quase tudo que rodeia a nossa existência — seja no trabalho, seja nos momentos de lazer. A tecnologia faz parte de nossas vidas, e já está tão integrada que, em alguns momentos, fica difícil perceber sua presença.

Nesse contexto, o setor está pronto para receber grande parte dos profissionais que vão concluir seus estudos nos próximos anos. Confira este texto na íntegra e entenda um pouco mais sobre como está esse panorama.

O crescimento do mercado de TI

O mundo está vivendo uma transformação digital e as relações humanas já não são mais as mesmas. Atualmente, elas são impulsionadas pelo uso cada vez mais comum de novas tecnologias. Em meio a tantas novidades que despontam diariamente, é necessário contar com profissionais que tenham um domínio sobre essas novas tecnologias e possam utilizá-las para o bem das pessoas e empresas.

Com o surgimento de diversos recursos, o mercado se mantém aquecido e exige mão de obra especializada, que domina os conhecimentos sobre informática e afins. Novas carreiras e oportunidades de inserção no mercado de trabalho em TI têm surgido todos os dias em função da crescente carência de pessoas capacitadas para lidar com os desafios que aparecem junto às novidades.

A área de Sistemas de Informação é um exemplo de setor que, constantemente, precisa de novos especialistas. As faculdades não estão conseguindo suprir a necessidade do mercado, fazendo com que quem não tem formação ingresse na área. Isso prejudica todos, inclusive profissionais que não se especializaram — posteriormente, para progredir na carreira, eles precisam entrar na graduação e buscar novas oportunidades.

As áreas mais promissoras no mercado de TI

Confira a seguir algumas das áreas mais promissoras no mercado de TI.

Gestão de TI

O papel do gestor de TI é agregar valor ao negócio da empresa por meio da aplicação de tecnologias. Esse profissional é responsável por aliar a administração à infraestrutura de TI e aprimorar a competitividade no mercado.

Programação de sistemas

O programador é o profissional que realiza a criação e o desenvolvimento de sistemas computacionais. É graças ao trabalho dele que são criados todos os aplicativos que utilizamos no dia a dia. Essa posição pode desenvolver soluções para o público interno da empresa ou para clientes.

Banco de dados

Atualmente, informações são geradas em um grande volume e de forma rápida. O profissional de banco de dados é o responsável por projetar e desenvolver soluções de armazenamento para lidar com gigantescas massas de dados.

Segurança da informação

A segurança da informação tem conquistado um papel fundamental dentro das empresas. Com o aumento do número de ataques por parte de cibercriminosos, a busca por esses profissionais vem aumentando.

Cloud Computing

A computação em nuvem deixou de ser uma tendência para virar realidade. Com a oportunidade de utilizar de uma grande infraestrutura de TI por menores custos, boa parte das empresas já adotou a nuvem como plataforma e, com isso, aumenta a demanda por gente especializada nesse tipo de ferramenta.

Jogos digitais

O sonho de inúmeros jovens — trabalhar com jogos digitais — se transformou realidade. Em nosso país, o mercado está aquecido e muitas empresas estão buscando por desenvolvedores, designers e roteiristas de games.

O salário de um profissional de TI

Os salários dos profissionais de TI variam de acordo com a posição ocupada, com a empresa e com a região do país em que eles estão inseridos. No entanto, pode-se dizer que a remuneração dos colaboradores que atuam no setor está entre as maiores do País.

O Love Mondays, portal especializado em recrutamento e satisfação com o trabalho, aponta que a média de salário de um analista de TI formado recentemente é de R$ 3.282. O salário ainda pode variar de R$ 1.000 a R$ 12.353, de acordo com as informações fornecidas por mais de 350 profissionais que trabalham na área.

Uma pesquisa divulgada pela revista Exame em 2018 mostra que os números podem ser ainda mais elevados para diferentes cargos de liderança em TI — o que depende, é claro, da posição ocupada. Para se ter ideia, um diretor com mais de 12 anos de experiência pode receber mais de R$ 700 mil por ano.

Isso demonstra a importância de entrar na faculdade e de se qualificar para o mercado de trabalho. Quando falamos em uma pós-graduação, os valores tendem a crescer. Portanto, é necessário manter-se em busca de especializações e formação continuada para avançar na carreira.

Os requisitos para ser um bom profissional de TI

O trabalho com tecnologia não é algo solitário como é retratado em alguns filmes, nos quais o profissional de TI é alguém absolutamente recluso, que mora em um porão.

Esqueça os estereótipos, porque, na verdade, a capacidade de trabalhar em equipe é algo essencial na área. Entre os principais requisitos para trabalhar com tecnologia, é possível listar:

  • Iniciativa: é preciso que o profissional seja proativo e busque reunir conhecimentos distintos e complementares;
  • Aptidão: você deve gostar de tecnologia e de trabalhar em equipe;
  • Inteligência emocional: dentro do ambiente de TI pode haver estresse e, por isso, é preciso saber lidar com as emoções;
  • Resiliência: saber que nem sempre uma solução pode ser a correta e que tudo pode dar errado a qualquer momento faz parte da rotina de TI;
  • Diversão: é ótimo trabalhar com o que gostamos e, no setor de tecnologia, você dividirá essa paixão com muitos outros profissionais.

Os maiores obstáculos da área de TI

O crescimento exponencial do mercado de TI trouxe diversas oportunidades. No entanto, os profissionais estão enfrentando alguns obstáculos para aproveitá-las. Entre as principais dificuldades para se inserir no mercado, estão:

  • Falta de domínio do inglês: grande parte das publicações da área e das ferramentas utiliza o idioma — dominá-lo é mais que um diferencial;
  • Não se manter atualizado: o mercado de TI é volátil e novas soluções surgem todos os dias, fazendo com que seja preciso estudar sempre;
  • Pouca qualificação: muitos profissionais se inserem no mercado de trabalho de TI sem contar com uma graduação.

As principais tendências no mercado de TI

Como mencionado, os avanços relacionados às tecnologias e dispositivos que usamos na rotina estão diretamente ligados às tendências desse mercado. Confira, a seguir, algumas delas e veja como a profissão está em alta.

Big Data e Analytics

O número de dados utilizados para estabelecer conexões e armazenar informações cresce de forma exponencial. As análises feitas em bancos de dados de empresas ganham bastante importância à medida que a utilização dessas técnicas e ferramentas desponta como uma alternativa estratégica para diferentes modalidades de negócio.

Segurança da Informação

Dados pessoais e empresariais são valiosos em muitos sentidos. Por isso, as companhias buscam profissionais capazes de trabalhar com a segurança da informação, a fim de manter a privacidade e pensar em medidas para evitar ataques feitos por criminosos.

Cloud Computing

A computação em nuvem — ou cloud computing — não é exatamente uma novidade, mas o espaço que ela ocupa em nossas vidas deve aumentar nos próximos anos. Isso se deve, em grande parte, à necessidade de fazer armazenamento online, opção que tem um custo-benefício mais interessante para a maioria das organizações, além da segurança.

Inteligência artificial

Esqueça os filmes de ficção científica com carros voadores em um futuro extremamente distante: a inteligência artificial (IA) já está entre nós. Robôs, assistentes virtuais e até veículos autônomos estão sendo submetidos a testes complexos — e, acredite, eles estão se saindo muito bem.

Mais do que servir para elaborar dispositivos fixos que podem agir por conta própria, a IA também marca sua presença nos negócios como uma via para automatizar tarefas humanas, levar conhecimento adiante e fazer pesquisas de mercado a partir de estruturas robustas.

Agile

Os métodos ágeis, que se popularizaram a partir da virada de século, estão sendo aplicados nas grandes corporações como uma forma de otimizar processos e ganhar tempo.

Eles têm uma implementação que não é simples, porque exige mudanças na estrutura organizacional, mentalidade colaborativa, métricas para acompanhar os resultados e ferramentas específicas.

Embora estejam mais associados à gestão de projetos do que à tecnologia da informação propriamente dita, as técnicas do Agile são bem-vindas em desenvolvimento de softwares e aplicativos. Portanto, dominá-las pode ser um diferencial e tanto em sua carreira.

Data Science

Cientistas de dados são profissionais com uma vasta gama de atuação. Isso não acontece à toa, já que o campo de conhecimento dominado por eles chama atenção justamente pela grande versatilidade.

Em tese, eles lidam com diversos aspectos do mercado de TI: mobilidade, cloud computing, machine learning, inteligência artificial etc. Isso porque os conhecimentos sobre dados são úteis para várias finalidades.

Business Intelligence

Graças ao conceito de software como serviço (SaaS), muitos setores foram impactados pelo Business Intelligence — processo que envolve a coleta, a organização e o compartilhamento de informações-chave para o andamento de um negócio.

É provável que, daqui para frente, os conjuntos de informações sejam estruturados e otimizados para que as organizações possam aproveitá-los da melhor maneira na hora de tomar decisões estratégicas.

Internet das Coisas

A Internet das Coisas é um dos assuntos mais comentados no momento, tanto pela aplicação variada, quanto pelas novas possibilidades que elas oferecem em termos de recursos tecnológicos.

Ela pode ser útil para a agricultura, para a segurança e para o transporte público, porque conecta objetos e utensílios rotineiros à web, originando uma conexão mútua que propicia soluções altamente criativas.

As especializações na área

Para se especializar na área e atingir os cargos mais altos, tanto no setor público quanto no privado, o caminho mais indicado é fazer uma graduação, que pode ser um bacharelado ou um tecnólogo, e uma pós.

Lembre-se de que, por mais que seja possível começar uma carreira nesse segmento sem uma formação específica, as atualizações são necessárias, tendo em vista a velocidade das mudanças envolvidas.

Os cursos mais indicados para o mercado de TI

Veja, a seguir, quais são os cursos mais indicados para iniciar sua trajetória nessa área tão promissora!

Graduação

Entre as graduações de bacharelado, vale a pena destacar estas três:

  • Ciência da Computação;
  • Sistemas de Informação;
  • Engenharia da Computação.

Todas elas são capazes de formar profissionais para atuar com um fluxo de informações, com o desenvolvimento de softwares e/ou hardwares e no gerenciamento de sistemas informatizados em geral. Elas também capacitam o profissional para a instalação de sistemas e para manutenção de redes e conexões

Entre os cursos de tecnólogo, o leque é ainda mais amplo:

  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas;
  • Banco de Dados;
  • Gestão da Tecnologia da Informação;
  • Jogos Digitais;
  • Redes de Computadores.

Evidentemente, cada um deles tem seu próprio foco, mas todos abordam a Tecnologia da Informação em suas múltiplas possibilidades, da programação de games para celular à organização de dados em grandes empresas.

Pós-graduação

Cursos de pós-graduação e MBAs são fundamentais para quem quer atingir pretensões elevadas em relação às metas profissionais. Afinal, elas podem servir como um complemento à formação superior ou desempenhar uma função estratégica para pessoas que desejam mudar de carreira.

Confira algumas boas opções nesse sentido:

  • Gestão Ágil de Projetos;
  • Gestão da Tecnologia da Informação;
  • Gestão de Tecnologia em Segurança da Informação;
  • Arquitetura da Informação e UX;
  • Big Data e Business Analytics;
  • Cloud Computing e DevOps;
  • Engenharia de Software;
  • Cyber Security;
  • Gestão Ágil de Negócios e TI;
  • Engenharia Robótica.

Esses são apenas alguns exemplos que ajudam a ter uma ideia de como o setor é abrangente e comporta os mais diferentes tipos de atividade. Para quem visa cargos de gestão, são muitas as ofertas disponíveis, assim como para os profissionais que pretendem trabalhar diretamente com o desenvolvimento de softwares.

De maneira resumida, o ideal é que você faça um planejamento básico da sua carreira. Por mais que nem tudo saia como o esperado, vale a pena elaborar um roteiro e se preparar para fazer uma pós depois de concluir a graduação.

O mercado de TI está muito aquecido atualmente e essa condição será mantida por muito tempo, uma vez que a tecnologia segue avançando a passos largos e está presente em nossas vidas das mais variadas formas.

Fonte: https://www.impacta.edu.br/blog/conheca-o-panorama-geral-do-mercado-de-ti/