EnsTech Facebook YouTube Linkedin
Publicado em 24 de junho de 2019 às 10:54

7 linguagens de programação para você aprender em 2019

Profissionais de TI ligados à área de programação sabem da importância de se dominar bem a linguagem utilizada para o trabalho. Afinal, como um desenvolvedor espera realizar bem o seu serviço sem antes conhecer a sua ferramenta? É o mesmo que um marceneiro ou pedreiro que não dominam as técnicas e os utensílios usados para a realização de seus trabalhos.

Dentro desse contexto, sempre surge uma pergunta: “que linguagem de programação eu devo aprender?”

Esse é um questionamento bastante comum, principalmente entre programadores iniciantes que estão começando as suas carreiras dentro da área de TI. E essa é uma dúvida bastante pertinente, especialmente porque hoje existem muitas linguagens de programação – e várias que se intitulam a melhor para iniciantes.

Sem entrar no mérito de qual é a melhor linguagem de programação para quem está iniciando, vamos listar quais são as opções para aqueles que não sabem por onde começar. A lista está organizada em ordem alfabética e não traz nenhum tipo de preferência. Porém, algumas linguagens de programação são mais voltadas para determinada área, o que pode, de certa forma, ajudar aqueles que estiverem entre duas ou três opções para decidir.

1. C# (C-Sharp)

O C# é a linguagem de programação proprietária e desenvolvida pela Microsoft. Ela faz parte da plataforma .NET e tem sua sintaxe orientada a objetos baseada no C++. Porém, sua estrutura, funções e características também possui influência de muitas outras linguagens de programação.

Além de ser interessantíssima para quem é apaixonado pelo ecossistema da Microsoft (Windows e afins), essa linguagem de programação é especialmente importante para os amantes de desenvolvimento de games. Isso porque o C# é utilizado por vários programas como a linguagem base no desenvolvimento, como é o caso do Unity, uma das maiores plataformas para a criação de jogos.

A rixa entre C# e Java é praticamente histórica, mas as duas linguagens se complementam e precisam uma da outra para continuar evoluindo. Muitos consideram uma grande desvantagem essa linguagem ser uma propriedade da Microsoft, enquanto outros acreditam ser esse um dos maiores benefícios. O ambiente de desenvolvimento integrado mais utilizado é o Visual Studio, outro produto da Microsoft.

2. Go

Criada pela Google, a linguagem de programação Go é a mais nova e provavelmente a menos utilizada da lista. Porém, isso não significa que ela não seja poderosa e mereça atenção da comunidade. No passado, muitos argumentaram que a Gigante das Buscas criou essa linguagem para, no futuro, substituir o Java. Porém, é pouco provável que isso venha a acontecer.

A Go se enquadra no que chamamos de linguagem de programação funcional, categoria que tem ganhado espaço entre os desenvolvedores. Embora seja bastante utilizado no meio acadêmico, a linguagem também é usada em diversos projetos comerciais e tem despontado como uma das grandes apostas de 2019.

A sua sintaxe é muito parecida com C e o objetivo principal da Go é oferecer uma alternativa de linguagem de código aberto em que seja fácil de construir um software simples, confiável e eficiente.

3. Java

É claro que Java não poderia ficar de fora dessa lista. Embora esteja passando por uma fase de declínio, com redução na quantidade de postos de trabalho que exigem essa linguagem de programação, é mais do que certo afirmar que Java ainda é extremamente importante para a indústria e comunidade de desenvolvedores.

Os aplicativos de Android, sistema operacional móvel mais utilizado no mundo, são criados com base no Java. Além disso, uma pesquisa recente mostrou que 90% das 500 maiores empresas segundo a Fortune utilizam a implementação dessa linguagem de programação em seus sistemas. Diante disso, é difícil negar que aprender Java em 2019 é um bom negócio.

4. JavaScript

Talvez o mais querido da lista seja o JavaScript. E isso é dito sem nenhum juízo de valor, já que diversos sites listam essa linguagem de programação como uma das mais populares e utilizadas no mundo todo.

JavaScript é usada por 80% dos programadores e 95% dos sites da internet. Isso mostra o poder dessa linguagem de programação e a necessidade de ter, pelo menos, conhecimento básico a respeito dessa linguagem, que pode ser usada tanto no front-end como no back-end.

Por fim, vale ressaltar que o JavaScript já está sendo cogitada como a principal linguagem de programação para se trabalhar com as novas tecnologias, como Inteligência Artificial e Internet das Coisas. Por isso, não é de se espantar o rápido crescimento que essa linguagem experimentou nos últimos anos.

5. Python

Python é outra linguagem bastante querida entre os desenvolvedores – talvez atrás apenas do JavaScript. Isso porque essa é notoriamente uma linguagem de programação relativamente fácil de aprender e ver seus resultados na prática. Por conta de fatores como esse, muitos encaram Python como uma tendência forte da área de programação.

Uma prova disso é o fato de muitas instituições de ensino terem começado a adotar o Python como linguagem base para o ensino de lógica, estrutura de dados e muitos outros tópicos. Se a academia reconhece que o Python é bom para os alunos, é muito provável que a linguagem realmente tenha benefícios para quem está começando a aprender agora.

6. Ruby

Ruby é defendida como linguagem de programação “simples em aparência, mas complexa em seu interior, tal como o corpo humano”. Ela foi criada em 1995 por Yukihiro “Matz” Matsumoto, que uniu partes de suas linguagens favoritas (Perl, Smalltalk, Eiffel, Ada e Lisp). O objetivo era formar um anova linguagem capaz de equilibrar programação funcional com programação imperativa.

Foi a partir de 2006 que o Ruby começou a ser mundialmente conhecido. Ela passou a ser pauta de discussão em várias cidades do mundo, e várias conferências sobre a linguagem de programação começaram a se formar. Como acontece com muitos outros produtos tecnológicos, um dos fatores para o crescimento é o fato de Ruby ser totalmente livre. Ou seja, qualquer um pode utilizar, copiar, modificar e distribuir o que é criado com a linguagem livremente.

7. Swift

Criada pela Apple, Swift é a linguagem de programação utilizada para a criação de apps para iOS, Mac, Apple TV e Apple Watch. Essa opção veio para substituir o Objective-C, que anteriormente a empresa usava em seus projetos.

Swift é uma linguagem fácil de usar e, por mais incrível que pareça, possui código aberto para que qualquer pessoa com uma boa ideia consiga fazer coisas surpreendentes. Porém, é claro que é preciso possuir um ambiente Apple, o que já não representa a realidade de muitas pessoas.

De olho no tamanho de mercado que os dispositivos da marca possuem, até mesmo algumas instituições de ensino começaram a ensinar o Swift. É claro que, dentro todas as opções desta lista, essa linguagem de programação é a mais específica e que tem um propósito muito claro. Criar apps para o ecossistema Apple.


Publicado em 15 de outubro de 2019 às 12:03

Aplicativos falsos removidos do Google Play tiveram 335 milhões de downloads

Levantamento aponta que 172 apps foram encontrados por especialistas e denunciados ao Google em setembro. O especialista em segurança Lukas Stefanko da Eset realizou um levantamento de todos os aplicativos de Android com funções ocultas, maliciosas ou indesejadas que foram encontrados por especialistas em segurança e denunciados ao Google no mês de setembro. Os 172 […]

Publicado em 09 de outubro de 2019 às 17:05

20 anos do Wi-Fi: relembre história da conexão no Brasil e no mundo

Conheça mais sobre o protocolo padrão da conectividade sem fio que se mantém em constante evolução A Internet Wi-Fi virou um dos itens de maior destaque e uso na vida cotidiana. Completando 20 anos de criação em 2019, o principal padrão para conexões sem fio foi desenvolvido pelo Institute of Electrical and Eletronics Enginners (IEEE […]

Publicado em 25 de setembro de 2019 às 12:01

O mundo dos negócios está na nuvem. E a cibersegurança?

Para mitigar os riscos da transformação digital dos negócios, a melhor estratégia é desenvolver a segurança desde o início do projeto A cloud tem sido constantemente mencionada dentro e fora das empresas, já que ela ajuda a aumentar a produtividade e agilizar os negócios. Ainda que se acompanhe o rápido ritmo da transformação digital, as […]

ESTÁ INTERESSADO
EM NOSSOS SERVIÇOS?

Preencha o formulário para ser contactado por um de nossos profissionais